Você está aqui: Página Inicial / Institucional / Mensagem do Presidente / Dia do Administrador

Dia do Administrador

dia_adm09b.jpgAdministrador contemporâneo lidera pessoas e integra resultados
________________________________________

Celebrando em 9 de setembro, o Dia do Administrador propõe reflexão sobre o papel estratégico da profissão na sociedade contemporânea. Onde está presente, a Administração conquista o respeito da sociedade ao desempenhar sua missão com profissionalismo e preparo, participando ativamente da produção e distribuição de bens e serviços nos diversos setores econômicos, em organizações privadas, públicas e não governamentais (ONGs). Por outro lado, ainda existem muitas áreas em que faz falta uma Administração profissional.

O Estado brasileiro está absolutamente necessitado de uma Administração profissionalizada, que utilize modernas práticas de gestão pública. A sociedade não mais admite resultados pífios, falta de planejamento, de metas e prioridades. Estado eficiente é aquele que orienta suas ações pelo interesse público, transformando a arrecadação de impostos em bens e serviços para atender às necessidades da população. É urgente a implantação da meritocracia, vinculando a ascensão profissional à avaliação de desempenho. Outra medida importante clamada pela sociedade é a drástica redução dos cargos de confiança. A criação de certificação ocupacional para postos estratégicos de livre provimento – sobretudo nas áreas de saúde, educação, segurança e gestão – pode estabelecer a capacidade gerencial como critério para a ocupação de cargo em comissão, em substituição à indicação meramente política. A profissionalização da administração pública também é necessária para estancar a corrupção e o desperdício de recursos públicos, para tirar o país do apagão logístico em que se encontra e para controlar o gasto público.

No setor privado, é preciso intensificar a cultura empreendedora baseada em oportunidade, preparo e inovação no mundo corporativo como fonte principal de dinamismo econômico e bem-estar social, chave para colocar o desenvolvimento numa trajetória ambientalmente sustentável. Embora já tenham incorporado a premissa da qualidade, as empresas de modo geral ainda investem pouco em inovação.

As atividades tendem a ser mais inteligentes e menos operacionais. Em um emprego ou no empreendedorismo, a liderança não é mais imposta e sim conquistada com conhecimento, competência e atitude. O desenvolvimento tecnológico será a força motriz da crescente integração econômica e do novo ciclo de crescimento. As novas tecnologias continuarão a alterar radicalmente as formas de interação humana e produção, revolucionando a antiga ordem com a interconectividade full time num grande banco de dados global e aberto.

As companhias de sucesso no futuro serão aquelas que conseguirem inovar de forma sustentável, proporcionando soluções de excelência para seus consumidores a baixos custos e com benefícios à sociedade. Estão nascendo empreendimentos mais arejados, transparentes, flexíveis e inovadores. Empresas que combinam tecnologia e talentos, produtividade e práticas ambientalmente corretas, lucratividade e responsabilidade social.

O mercado de trabalho apresenta a tendência de implantar novos modos de trabalhar e exigir mais qualificação dos profissionais. Cada vez mais, os profissionais serão remunerados conforme resultados. O mercado apostará em bagagem humanista com enfoque holístico para gestão.

O gestor contemporâneo preocupa-se com a sustentabilidade e a responsabilidade socioambiental, está preparado para as novas tecnologias, soluciona mais do que reclama. Cabe a ele coordenar ações, integrar resultados, sensibilizar e liderar pessoas, agregando valor ao produto do seu trabalho na busca de benefícios para a sociedade.


Adm. Gilberto Serpa Griebeler
Presidente do Conselho Regional de Administração do Paraná – CRA-PR